INTERNET NA COMUNICAÇÃO SINDICAL

Victor Martin da Cruz

Resumo


A Internet é uma mídia nova e que cresce cada vez mais no mundo inteiro. A força e o poder de alcance dessa ferramenta é objeto de pesquisa nas mais diversas áreas. Hoje é incabívelpensar em Comunicação sem colocar a rede mundial de computadores como uma das principais mídias a ser utilizada. As múltiplas formas de aplicação da internet são abordadasnesta pesquisa, mais precisamente na Comunicação de duas entidades sindicais da Região do Vale do Paraíba/SP: o sítio do Sindicato dos Bancários de Taubaté e Região e do Sindicatodos Bancários de São José dos Campos e Região. Com a hipótese de os dois sindicatos não estarem fazendo o uso adequado de diversas ferramentas da internet, esta pesquisa busca responder como a utilização desses recursos, mais precisamente da Web 2.0, afetaria ou poderia contribuir com a Comunicação Sindical. O termo Web 2.0 se refere a uma suposta segunda geração de serviços de internet, muito mais comprometida com a participação do usuário e a construção coletiva da informação. Neste aspecto, a pesquisa procura estabelecer, por meio de Análise de Conteúdo, quais as principais falhas nos sítios analisados, as dificuldades e também apontar as prováveis soluções. Os sítios foram analisados diariamente em um período de sete dias. A análise foi dividida em categorias como navegabilidade, usabilidade, elementos multimídias, conteúdo jornalístico, interação, entre outros elementos. Os resultados finais comprovam a hipótese de que há carência de interatividade e de recursos multimídias nos sítios analisados. Também se detectou que as principais razões para conceito de Web 2.0 não ser aplicado nos sítios, é que a tecnologia ainda é nova e os profissionais de Comunicação que trabalham nas entidades sindicais não possuem formação e conhecimentos suficientes para utilizá-las. Apesar dos inúmeros problemas encontrados, os canais analisados cumprem, de maneira regular, a sua função primordial, que é a de levar informação ao seu público.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários