Reabilitação oral de paciente com maxila atrófica por meio de implantes zigomáticos associados a implantes convencionais: relato de caso clínico

Rosenvaldo Moreira Júnior, Kelton José Silva Gonçalves, Thaís Karmen Silva Santos, Alexandre Prado Scherma, Roosenvelt Moreira, Felipe da Silva Peralta

Resumo


Os implantes zigomáticos constituem uma alternativa de tratamento segura para a reabilitação oral de pacientes com maxila atrófica, sendo dispensável a realização de procedimentos reconstrutivos com enxertos ósseos. Diversas técnicas de reconstrução óssea podem ser indicadas para o tratamento da maxila atrófica, contudo a necessidade de várias cirurgias e o extenso tempo de tratamento com esses enxertos podem diminuir a adesão dos pacientes ao tratamento. Assim, os implantes zigomáticos têm sido utilizados na reabilitação de maxilas atróficas, quase sempre associados a implantes convencionais na região anterior da maxila. O presente estudo faz o relato de um caso clínico de reabilitação de maxila atrófica com implantes zigomáticos associados a três implantes convencionais.


Texto completo:

PDF