Estresse Oxidativo Induzido por Peróxido de Hidrogénio e Menadiona em Células de Saccharomyces cerevisiae BY4741

Lazaro Gonçalves Cuinica

Resumo


O estresse oxidativo é uma irregularidade fisiológica considerada uma das responsáveis pelo envelhecimento do organismo humano e fator de risco para diversas doenças na maioria dos mamíferos. Nesta pesquisa avaliaram-se os efeitos do stress oxidativo induzido por peróxido de hidrogénio (H2O2) e menadiona em células de Saccharomyces cerevisiae BY4741. A cultura de células foi submetida em diferentes condições de stress por uma hora. A atividade de superóxido dismutase (SOD) foi analisada em gel de poliacrilamida nativo, a atividade da gliceraldeído 3-fosfato desidrogenase (GAPDH) foi avaliada através de NADH (Nicotinamida Adenina Dinucleótido Hidreto) a 340 nm, e a carbonilação de proteínas foi avaliada por quimioluminiscência. Constatou-se que 5 mM do H2O2 e da menadiona induziram alta redução da atividade enzimática de SOD e GAPDH, e elevou a taxa de carbonilação de proteínas.


Palavras-chave


Células de Saccharomyces cerevisiae, Estresse oxidativo, Peróxido de hidrogénio e Menadiona.

Texto completo:

PDF